Espanha domina desde o início e vence o Irã pela segunda rodada do Grupo B

Na última partida do dia, Espanha e Irã entraram em campo às 15h (horário de Brasília) pelo Grupo B da Copa do Mundo na Arena Kazan. Franca favorita, a Espanha precisava vencer para não se complicar na última rodada, na próxima semana. A seleção ibérica tinha 1 ponto, conquistado no empate com Portugal, na primeira rodada. A vitória de Portugal sobre o Marrocos, no primeiro jogo do dia, colocou os vizinhos europeus na liderança do grupo, com 4 pontos. Se vencesse, a Espanha chegaria à mesma pontuação. E foi o que aconteceu.

Primeiro tempo 

A primeira etapa foi de total domínio espanhol. Com 73% de posse, os comandados de Hierro literalmente colocaram os iranianos na roda. O domínio, porém, não foi traduzido em gol. A Espanha até tentou: foram 10 finalizações, mas apenas um com direção do gol. David Silva foi quem mais arriscou. Ele tentou de voleio, de falta, e na jogada característica de cortar para o meio e bater. A redonda, porém, foi teimosa com a La Roja. Ponto positivo para o Irã, que se defendeu muito bem na primeira etapa.A equipe de Carlos Queiroz recuperou 22 vezes a bola nos primeiros 45 minutos.

Segundo tempo 

Os jogadores voltaram com tudo para a segunda etapa e o jogo teve grandes chances. A primeira foi para o Irã, Hajsafi cobrou lateral na área, Piqué cortou parcialmente e bola sobrou na medida para o camisa 10 iraniano finalizar. Ansarifard imendou de primeira, mas bola bateu na rede pelo lado de fora. Em seguida, a resposta da Espanha. Diego Costa contou com a sorte para marcar. O atacante recebeu de Iniesta e girou. Rezaeian tentou afastar, mas chutou em cima do artilheiro. A bola bateu nele e foi direto para o fundo da rede. Depois disso, os comandados de Hierro seguiram pressionando, mas não conseguiram marcar. Do outro lado, Ezatolahi até fez o gol, mas lance foi parado corretamente. VAR entrou em ação e confirmou impedimento do volante no ataque.

Com mais um gol marcado, Diego Costa garantiu a primeira vitória da La Roja na competição e chegou a três gols marcados, empatando com Cheryshev na vice-artilharia, atrás de Cristiano Ronaldo, que tem quatro. 

Escalações

Espanha: De Gea; Carvajal, Piqué, Sérgio Ramos e Jordi Alba; Busquets, Iniesta (Koke) e David Silva; Vázquez (Asensio), Isco e Diego Costa (Rodrigo). Técnico: Fernando Hierro.

Irã: Beiranvand; Rezaeian, Hosseini, Pouraliganji e Hajsafi (Mohammadi); Ebrahimi, Ezatolahi e Ansarifard (Jahanbakhsh); Taremi, Azmoun e Amiri (Ghoddos). Técnico: Carlos Queiroz.

*GE

Conteúdo Relacionado