Revendas de carros e despachantes são alvos da Operação Polis

Os agentes da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas – DEFREC e policiais do Serviço de Inteligência Policial e Análise Criminal – SIPAC da 6º Delegacia Regional da Polícia Civil, cumpriram oito mandados de busca e apreensão na última segunda-feira (18) em Passo Fundo.

Os alvos foram seis revendas de carros e dois escritórios de despachantes, que possuem vínculos com os golpistas investigados na Operação Polis. A Rádio Uirapuru acompanhou a ação, porém não havia divulgado as informações a pedido da Polícia Civil.

De acordo com os delegados Adroaldo Schenkel e Diogo Ferreira, as garagens são investigadas em duas situações: 1ª) empréstimo dos veículos para os golpistas dissimularem suas ações; 2ª) o lucro obtido nos golpes era transferido para automóveis que ficavam depositados nas lojas e depois eram negociados. Esse esquema é uma das fontes do crime de lavagem de dinheiro.

Durante as diligências nas revendas de automóveis, também foram constatadas situações alarmantes de sonegação fiscal. Algumas garagens inteiras estavam sem documentos fiscais dos veículos.

Sobre os dois escritórios de despachantes investigados, os delegados afirmaram que eles possuem indícios de realizarem a transferência de vários veículos com fraude documental, inclusive utilização de documentos falsificados.

Somente na segunda-feira (18), mais cinco veículos foram apreendidos, além de vários documentos.

A Polícia Civil está agindo em todas as frentes que tem relação ao Conto do Bilhete Premiado.

Fonte: Rádio Uirapuru

Conteúdo Relacionado